6 de dezembro de 2009

Cordas de Violão - Capitulo 8 - Perda ou Vitoria? Perda!


- Ai esta senhora! – Informa o motorista parando o carro no meio-fio
- Obrigada – Agradece Sam, corre para apertar a campainha e é logo atendida, sobe as grandes escadarias da mansão e chega no quarto de Zolee – Oi, o que você queria?
- Amém, achei que nunca iria chegar – Reclama Zolee com uma baita raiva de patricinha
- O que voce quer falar comigo?
- Nada, não vejo voce desde o dia da festa
- Ah, ta. Olha Zolee tenho de te dizer algo...
- O que amor?
- Meu pai acha que estou me distanciando muito da minha família e ele quer que... – Interrompida por Zolee
- Chegue ao ponto, querida  - Levantando uma taça de Champanhe e se achando Maximo, as vezes Sam achava que ela so bebia na frente dela para poder dizer em silencio: “Olha como eu sou rica, moro em uma mansão, tomo os melhores vinhos e champanhes, uma carreira promissora, pais famosos, e voce mora de cortesia em um hotel no qual o seu pai trabalha e é uma imigrante que não tem carreira, ou que pelo menos ainda esta no chão”
- Bom, ele quer que eu volte para casa
- Que casa? Voce mora em um estúpido hotel!
- Você conhece, CASA!
- Ok, pode ir, mas saiba que todos os dias que eu dei alguma atenção a voce, vão ser disperdiçados, jogados fora, e voce vai se arrepender de não ter ficado aqui comigo, que é onde voce deveria ficar, porque voce é como um alien aqui, é nova, tem pouca esperiencia, sem influencia. Hollywood não foi feita para voce, querida, ela te aceita aqui porque tem um rosto bonitinho, so isso. – Diz Zolee de uma Maneira que faria qualquer um chorar ate sair as tripas
- Eu tenho de ir, não tenho outra escolha – Sam ainda continuava forte
- Voce vai?
- Vou – Desabafa
- Então sai... – Apontando para a porta
- Zolee, olha não queria ferir voce, mas a descisão não é minha, é do meu pai...
- SAI! – Grita Zolee, Sam sai com cara que tinha perdido algo, mas algo que não iria fazer falta.
No dia seguinte teve a festa do termino da segunda temporada que estaria no ar na próxima semana
- Sam, não acredito que vai voltar para casa – A voz de Jake chega por traz
- É, vai me esperar para começar as filmagens? – Reponde Sam se virando para o diretor
- Na verdade a season premiere vamos esperar por voce, e enquanto voce não chega vamos fazendo as cenas sem voce
- Valeu, esse é o meu sonho, mas olha, já vou, tenho de arrumar as malas
- Ok, vamos sentir sua falta!
- Tchau! – Do lado de fora Matt ainda não tinha chegado, o programa dele ainda estava em gravação então Sam sobe na bicicleta e corre ate o estúdio do amigo, chegando ele ainda esta gravando então ela espera fora do bloco como fazia todos os dias, quando Matt sai do estúdio ela o chama
- OI!!
- Ai, que susto!
- Vamos?
- Vamo, como foi ontem com a Zolee?
- O fim da picada, ela disse que não era mais para procurar ela, não somos mais amigas, mas to me lixando para isso, ela era so um peso na minha vida.
- Na vida de todos nos!
- Mas voce acha que eu perdi com isso?
- Como assim?
- No sentido de que... Ela se vinga
- Qual é, ela ate pode se vingar mas vai ser algo que tipo... Deu o que deu...
- Verdade
- Mas voce a considerava como amiga?
- Sim, mas o tipo de amiga que se deveria evitar, sabe?
- Sei, Queria ter visto a cara dela naquela hora.
- Não fala assim, ela ficou triste mesmo
- Tudo bem. Vai para casa, ne?
- Vou, tenho de arrumar a mala
- Tem como eu te deixar amanhã?
- É no meio da madrugada, se compromete?
- Minha mãe não vai deixar
- Então te vejo daqui a 6 meses?
- Acho que é
- Então tchau.
- Ok, Tchau. Vou sentir sua falta
- Também – Abraçando o amigo com força, e o deixando com uma lagrima no rosto

Um comentário:

Thiagaum disse...

Parabéns, você realmente sabe como desenvolver uma história,e está cada vez melhor! (: