7 de outubro de 2009

Cordas de Violão - Capitulo 6 - Choque! - Ler até o final!



- Oi pai! – Sam chega em casa surpresa pelo pai ainda estar acordado

- Oi Sammy, posso falar com voce?
- Pode claro, so trocar de roupa e tirar a maquiagem?
- Ok! – Sam vai para dentro do quarto tira a roupa da festa, lava o rosto, desarruma o cabelo, liga o ar do quarto e veste a calça do pijama de bolinha branco e preto com uma camisa sem manga branca e prende o cabelo com uma liga especial para a noite e vai para a sala. – E ai, o que voce tem para me contar?
- Eu tava falando com sua mãe no telefone
- O que? – Interrompido por Sam – Ela ligou? Não podia ter me esperado? Não ouço a voz dela e dos gêmeos a meses! – Exclamando totalmente feliz
- Essa não é a questão! Finalmente deram o tempo dela de se mudar para ca.
- Serio?? Voce ta brincando ne? Agente vai se mudar para uma casa normal? Ela vai trabalhar aqui? Ou vamos continuar morando aqui? – Dizendo perguntas fora da ordem
- É algo mais complexo que isso
- Ela não vai voltar?
- Não, ela vem mas... – Diz ele mordendo o lábio – Eu conto p vc amanha, voce tem aula, agente almoça junto, tudo bem?
- Tudo bem. – Sam vai para o quarto e dorme com o violão, parecia estranho e desconfortável mas era algo que a reconfortava nesses momentos.

Sam já estava na porta do estúdio esperando por Matt no dia seguinte, pensando na conversa do pai, pálida e assustada, olhos despertados. Matt passa como de costume
- Bu!
- É, boo! – Desanimada, sobe na bicicleta e vai andando. No meio do caminho ele se vira para traz e pergunta
- Voce ta bem? Ta lenta!
- Não, to bem
- Ah – Continuam a pedalar – Ela fica um pouco mais feliz. Chegando ao trailer ele continua mas ela o chama
- Matt! Vem aqui! – Ele vem num ritimo rápido – Quero te contar algo
- O que?
- Vou voltar
- Pra onde?
- Pra casa – Lagrimas caem pelo rosto
- O que? Assim, de repente?
- É
- Meu Deus! Como?
- Meu pai acha que me distanciei da mamãe e dos gêmeos, quer que eu enfrente as pessoas das quais voce já sabe.
- Entra – Guiando ela para dentro do trailer. Eles se sentaram e ela o abraçou e ele retribui, depois de um tempo ela dorme. Ele fica preocupado sobre o tempo mas não queria acorda-la, então se levantou arrumou a mochila dela e foi pegar a sua, em seguida se sentou ao lado dela e deu um grande abraço fazendo com que a acordasse
- Oi sonolenta
- Oi
- Ainda ta triste
- To
- Vamos? Já se passou uma hora depois que você dormiu!
- Nossa tudo isso!? Ainda bem que amanha é sábado
- É, vou para a sua casa, não adianta dizer não. Agora que voce ta precisando de alguém. Mas então quando voce vai?
- Quarta-feira
- Nossa ta tão perto ne?
- É, meu pai vai ver com o estúdio para so começar a gravar a terceira temporada quando eu voltar, daqui a 6 meses.
- Então quer dizer que vou passar 6 meses longe da bruxinha?
- É – Diz ela triste, já com lagrimas
- Ei, calma, vamos de bicicleta que ai voce dorme – Ele sobe na bicicleta e ela na garupa, se deita nas costas dele e dorme abraçada com o “amigo”. Ao chegar na recepção o pai dela e a mae dele estão la, esperando e vão para as suas casas.


Fim do sexto capitulo

-------------------------------------------------------------------------------

Ps.: Votem na nossa historia, o link esta na imagem no topo da pagina, alem disso clique Aqui para escolher um botton e colocar na barra lateral do seu blog!

XOXO Bjs. P.

2 comentários:

HSLO disse...

Gostei do texto.....irei votar sim..viu.


abraços

Hugo

Paula disse...
Este comentário foi removido pelo autor.